Olá nerds leitores!

Esse é um livro bem antigo. Um grande clássico do J. D. Salinger que eu sempre quis ler mas por conta do seu preço foi ficando para trás. Mas depois que eu vi a resenha do livro O Apanhador no Campo de Centeio no blog O restaurante do fim do universo, me lembrei que ele existia e agora estou torcendo para ter uma super promoção para finalmente comprá-lo!

Sinopse
O Apanhador no Campo de Centeio narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso. No regresso a casa, decide fazer um périplo adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, a sua irmãzinha) e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça. Foi este livro que criou a cultura-jovem, pois na época em que foi escrito, a adolescência era apenas considerada uma passagem entre a juventudade e a fase adulta, que não tinha importância. Mas esse livro mostrou o valor da adolescência, mostrando como os adolescentes pensam.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

12 comments on “Desejo de Quinta – O Apanhador no Campo de Centeio”

  1. Já li e recomendo, mas vou adiantando que dependendo do seu “estado de espírito” tu acha uma grande embromação. Leia quando estiver meio deprimida (ou não, se for mais sensível e tal), pra pegar bem o espírito da coisa :B

  2. Bom,como eu te disse já lí e não gostei.É muito dark,a vida dele é muito triste,me fez sentir mal.O fato de que eu sou muito feliz e minha familia é unida e não me critica por quase nada me fez dar mais valor à estes momentos,pois as dificuldades pelas quais ele passou talvez eu nunca vá passar.Para quem gosta é um livro bem profundo.

    Mas é apenas minha opinião,depende dá pessoa que lê,e como ela encara a vida…
    Por exemplo:Esse é o livro favorito do meu pai.

  3. Nossa, estou até surpresa com os comentários, de forma alguma vi o livro como obscuro 😛
    Profundo ele é, porque como adolescente eu me identifiquei com inúmeros dos pensamentos dele, e o autor o Salinger conseguiu retratar essa fase da vida de uma forma tão natural! Parece um diário, não um adulto escrevendo para adolescentes.

    Você só precisa estar aberto a novas experiências literárias p/ ler esse livro… e recomendo a todos os estados de espírito XD

  4. Caros amigos,

    Sou quase um quarentão, li “O Apanhador” pela primeira vez com a exata idade do protagonista, aos 16 anos, no segundo grau do Colégio Salesiano de BH. Isso em 1987.

    Esse livro mudou minha vida.

    A atmosfera da tradicional família mineira, cheia de dogmas, conservadora, reforçada pela educação hermética do colégio católico me proporcionou uma rápida e fácil identificação com Holden Caulfield, o protagonista.

    Mergulhei em seu mundo e em sua perspectiva crítica à sociedade pequeno burguesa de forma intensa.

    Acho de que certa forma eu aspirava a mesma liberdade que ele viveu naqueles 2 ou 3 dias em Nova York. Posso dizer que fiz um pouco daquilo, com minha existência.

    Sempre usei várias das expressões de Caufield, “algo que o valha” e “cretino” sempre foram as preferidas.

    Sempre tive vontade de reler a obra e observar se o impacto seria o mesmo.

    Pois bem, acabei de reler. E o fiz quase de uma sentada só. Não conseguia parar de ler.

    Foi uma viagem no tempo, descobri com alegria que a mesma força do livro que me impactou aos 16 anos continua ali, aos 40…

    Dei boas risadas em passagens deliciosas. Minha esposa quis saber do que se tratava, li alguns trechos em voz alta e ela disse que eu me pareço com Holden. Isso a fez começar a ler o livro.

    Por tudo isso me sinto íntimo de Caulfield…

    A obra de Salinger é imortal.

    Quem não leu deve ler o mais rápido possível…

    Abraços,

    Allysson M. Oliveira

    PS.: Babi Ever, comente com seu pai suas impressões sobre o livro e procure outros prismas para ver a obra. Pergunte porque a obra de Salinger o marcou tanto. Ele não é “triste”. Na verdade ele é libertário. Boas leituras.

    • Estou ficando com medo de ler esse livro. São tantos comentários ótimos que estou esperando o melhor livro da minha vida!

      Me empolgou muito com seu comentário Allysson. Espero que tenha gostado do Nerds Leitores e volte mais vezes!

      • Vanessa,

        espero que leia e que goste do Apanhador.

        Acho que o segredo é não perder de vista que o protagonista é um jovem de 16 anos e é, digamos, oprimido pelo mundo adulto, pais, escola, etc…

        E Salinger o escreveu nos anos 50…

        Depois conte aqui suas impressões…

        Curioso como as pessoas podem ter opiniões tão diferentes sobre algumas obras.

        Por exemplo, estou lendo O Lobo Da Estepe, clássico de Herman Hesse.

        Esse foi um livro que sempre quis ler e nunca dava, por um ou outro motivo.

        Em que pese toda a fama do livro devo confessar que não estou gostando, li a metade quase. Talvez minha fase atual conturbada no trabalho possa estar influenciando minha avaliação da obra.

        Vamos ver…

        Gostei sim dos Nerds Leitores…

        Acho que compartilho com vocês a paixão pelos livros e pela leitura…

        Obrigado e abraços.

        Allysson Oliveira – Goiânia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.