O Desejo de Lilith
Autor: Ademir Pascale
Editora: Draco
ISBN: 9788562942044
Páginas: 136
Amazon

Sinopse
Um descuido dos tradutores da Bíblia revelou o pior dentre todos os demônios. Um velho e decadente detetive de polícia investiga um macabro suicídio, mas o que ele não sabia era que sua vida estava por um fio e seria envolvido em uma conspiração contra toda a humanidade. Uma palavra-chave, transliteração de uma palavra hebraica repetida em 63 trechos da bíblia, dará início à mais sombria das investigações. Uma organização secreta milenar abriga incríveis segredos e bizarras e inimagináveis personagens. Afinal, o que teria em comum Platão, Vlad Tepes, Erzsébet Báthory, John Milton, Thomas Chatterton, Mary Shelley, Percy B. Shelley, Robert L. Stevenson, Aleister Crowley e Jim Morrison? Descubra em O Desejo de Lilith, um romance sobrenatural vivenciado nas principais avenidas e ruas de São Paulo, repleto de segredos, revelações, aventuras e muito rock n’ roll. Mas atenção, seja forte e esteja preparado ao ler estas páginas, pois você não confiará mais em seu vizinho ou qualquer outro transeunte que cruzar o seu caminho. Você nunca mais enxergará o mundo como antes…
Afinal, qual seria o desejo de Lilith?

Opinião
O Desejo de Lilith tem a estrutura de um diário e o seu dono, Rafael Monte Cerquillo (ex-detetive de polícia), conta sobre uma investigação de um suícidio sombrio onde o suicida estava perturbado, ou melhor, estava possuído por um demônio milenar.
Em sua investigação Rafael descobre que Caim (aquele que matou Abel) está possuindo as pessoas desde o início dos tempos a mando de sua mãe Lilith (ela é a suposta primeira mulher de Adão que o traiu e fez um filho com um demônio e assim nasceu Caim). Lilith deseja a destruição da raça humana mas está presa no inferno, então usa seu filho, que tem a liberdade de transitar entre os dois mundos, para possuir pessoas influentes como Robert L. Stevenson, Aleister Crowley e Jim Morrison com o intuito de multiplicar o mal.

A história demorou um pouco para desenrolar mas quando isso aconteceu ficou mais envolvente e atiçou minha curiosidade. Mas alguns acontecimentos me fizeram desanimar. Certas passagens não tinham sentido estar no livro, não tinham propósito algum e achei que o autor se perdeu um pouco. Mas gostei do modo que ele usou certos acontecimentos mundiais (como o desastre de Kobe) para mostrar o poder de Caim e a curiosidade de saber qual vai ser a próxima ação dele prende o leitor. No fim, creio que valha a pena a leitura, apenas não espere um final surpreendente e feche seus olhos para certas passagens absurdas.

Nota 7

Blogueira, booktuber e desenvolvedora de sistemas . Apaixonada por livros, séries, chocolate e coisinhas fofas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

9 comments on “Resenha – O Desejo de Lilith”

  1. Eu não compraria “O desejo de Lilith”, se eu tive desejo um dia, este desejo acabou. Depois das demasiadas resenhas negativas, dizendo que o autor é um lunático ao extrapolar na fantasia. E é isso que me parece, usar desastres mundiais ou nomes famosos para o livro foi uma atitude corajosa da parte dele.

    Que, pelo visto, não deu certo. Muitas pessoas apontam este livro como o grande fracasso brasileiro de 2010.

    Abraços Vanessa ✡ Matheus Goulart

  2. Li O Desejo de Lilith e achei um livro maravilhoso. Algumas pessoas não compreenderam o que o autor passou na obra, mas é a pura angústia do protagonista Rafael, e nem todos os leitores estão preparados para lê-lo, ainda mais quem não gosta do gênero gótico, então seria melhor ler um outro tipo de livro. Recomendei para duas amigas, as duas compraram e tiveram a mesma opinião, gostaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.