Penitenciária Central – Como Nasce Um Criminoso
Autor: Mário Mércio
ISBN: 9788560507085
Editora: Parêntese
Páginas: 168

Sinopse
Motivado pela sensação de ter acompanhado como “nascia um criminoso” durante seus 30 anos na lide com criminosos, o autor condensou algumas histórias quiçá interessantes que raramente se lê em jornais, revistas ou livros. Peniteniária Central é uma história que prenderá atenção do leitor e o conduzirá à imaginação do mundo criminoso por traz das grades e fora delas. Um mundo que ressalta as doenças psicogenéticas do ser humano e sua influência em nossas vidas. Nas histórias aqui narradas, veremos fatos que, de uma forma ou de outra, existiram. Talvez menos dramáticos, talvez mais, o autor só jogou com sua veia de escritor e imaginou como aconteceram os fatos e como acabaram. Veremos como o homem se adapta ao regime carcerário passivamente, como massa amorfa, sem vontade, e que se deixam moldar sobre tudo.

Opinião
Penitenciária Central é um livro compost por 14 histórias diferentes, onde Mário Mércio nos mostra a vida de pessoas antes de se tornarem criminosos e fala como, porque e quais crimes cometeram.
Achei que uma história, mais especificamente “O hipocondríaco”, não fez nenhum sentido estar no livro. Muito fraca e sem propósito. Porém teve 2 casos ótimos (“Amor, crime e castigo” e “Pobre Leonardo”) que foram tão envolventes que fiquei triste por serem textos tão pequenos. Adoraria vê-los bem desenvolvidos e detalhados.
Um ponto negativo é que certos momentos são cortados para outro mas não há um espaçamento adequado, deixando assim alguns textos confusos.
O livro no geral é bom mas não indico para todos por conter passagens “fortes”. Acredito que não seja um livro para todos.

Nota 7

Blogueira, booktuber e desenvolvedora de sistemas . Apaixonada por livros, séries, chocolate e coisinhas fofas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comments on “Resenha – Penitenciária Central”

  1. O livro parece ser bem interessante, bom pra mim que faço curso de direito,
    acho bem interessante, quero me especializar em direito penal, então aadoro esse tipo de enredo

  2. Bem, confesso que quando comprei o livro esperava outra coisa dele. Pensei se tratar de uma análise consistente das circunstâncias em volta das quais a interação entre a psicologia do indivíduo e o ambiente carcerário se retroalimentam. O que na verdade achei foi um conjunto de micro contos sem muita coesão lógica, em tom geralmente anecdótico, colorido com toques porno eróticos. Em fim, entretido, mas totalmente insubstancial. Minha nota seria não mais de 2 ou 3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.