A Caçada
Título Original: The Chase
Autor: Clive Cussler
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Por décadas, Clive Cussler vem deleitando leitores com romances repletos de suspense, ação e pura audácia. Agora, ele faz isso novamente, em um dos mais loucos e estimulantes thrillers de época dos últimos anos. O governo norte-americano contrata a renomada Agência de Detetives Van Dorn e seu agente igualmente renomado, Isaac Bell, para capturar um lendário ladrão de bancos conhecido como Assaltante Açougueiro.

Este assassinara homens, mulheres e crianças, sem deixar nenhuma pista nem testemunhas. O detetive Bell lidera a busca e finalmente descobre a verdadeira identidade do Assaltante Açougueiro. E nesse momento inicia-se a verdadeira caçada.

Com um enredo intrincado, dois vilões extraordinários e a assinatura de Cussler em reviravoltas surpreendentes, A Caçada é o trabalho de um mestre no auge de seu talento.

Opinião
A história de Isaac Bell se inicia sem muitos atrativos e por conta disso a leitura demorou de fluir mas no fim valeu a pena!

O livro começa em 1950 com detetives encontrando uma locomotiva que estava afundada em um lago e com corpos já há muito tempo em decomposição. No capítulo seguinte a história volta no tempo e se passa em 1906, em uma época onde um assaltante conhecido como “O Assaltante Açougueiro” estava aterrorizando várias cidades dos EUA.
O assaltante não era um ladrão qualquer. Ele estudava o comportamento dos moradores da cidade, as rotinas diárias do banco a ser assaltado, usava disfarces infalíveis e, para completar, matava toda e qualquer pessoa que estava presente no banco na hora do assalto e isso dificultava a chance de descobrir qualquer pista sobre o misterioso assassino.
Com um caso tão difícil de resolver, o grande detetive Isaac Bell entra em cena. Ele é o Chuck Norris da investigação 😀 e é ai que a história começa a ficar envolvente. Com sua mente ágil, Bell começa a relacionar informações e acontecimentos para achar o bandido, até mesmo as menores informações que parecem ser insignificantes não passam desapercebidas por ele.

Gostei muito da escrita do Clive Cussler, ele é bem descritivo mas não de forma cansativa e usa lugares, pessoas e eventos verídicos (o grande sismo de São Francisco) como parte da história. Até parece que ele está descrevendo algo que realmente aconteceu.
Os pontos negativos da leitura foram: o fato de apresentar uma história aparentemente desinteressante no inicio e fazer do personagem Isaac Bell parecer indestrutível (dai a comparação com Chuck Norris). Ele passa por umas situações “impossíveis” e quase não acontece nada com ele e eu prefiro histórias mais reais, onde o personagem se machuca de verdade :D.

Quem for ler o livro, não se deixe desmotivar pelo inicio. Sério! Você também vai gostar de saber todo o desenvolvimento da investigação e ter uma grande surpresa com a descoberta do assassino e sua motivação.

Nota 7

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 Comments on Resenha – A Caçada

  1. Tenho me surpreendido com os livros do Clive Cussler lançados pela Novo Conceito. Só O Reino que achei legalzinho, mas que o final me “broxou” geral. Agora O Espião foi uma leitura emocionante, e Isaac Bell me conquistou logo em suas primeiras aparições no livro. Já tenho A Caçada na minha fica e mal posso esperar para ler outra aventura com o detetive Bell! =)

    Bjoka, Livro Lab

  2. Eu já li o livro e gostei da trama e da escrita do autor, apesar de achar que as vezes ele exagera na descrição (como nas páginas finais). E o Bell passa por muita coisa impossível mesmo, como não vi muito do Chck Noris comparei com o James Bond rsrs

  3. Eu sempre hesito na hora de comprar o livro, pois as opiniões são bem divididas. E é mesmo bem cansativo quando o início do livro não é assim tão bom… isso desmotiva.
    Mas acho que um dia darei uma chance ao livro!

  4. Oooi Vanessa! Livros assim sempre me interessam, sou fã do gênero. Mas vou te confessar que os livros desse autor/autora nunca me chamaram atenção, mas se tiver oportunidade lerei, rsrs

    Beijo

  5. Comparação com o Chuck Norris? Essa foi boa…kkkkkk
    Como não li o livro não posso comentar muito bem, mais já ouvi falar que o livro tem um ritmo alucinante, sendo que a narrativa é maravilhosa. Sempre é elogiada as descrições dos personagens e tal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.