Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Título Original: Lola And The Boy Next Door
Autor: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630533
Páginas: 288
Amazon

Sinopse
A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.
Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Opinião
Lola é filha de uma viciada e foi criada pelo tio e seu companheiro. Ela é uma garota que gosta de usar perucas, roupas diferentes as de todo mundo, quase como uma fantasia nova a cada dia, e ela odeia que os outros pensem que ela seja assim por conta de seus pais gays, é apenas um estilo próprio que somente Lola é capaz de ter.
Em certa parte do livro ela diz:

“A vida é muito curta para ser a mesma pessoa todos os dias.”

Por conta desse estilo único, Lola é um tanto excluída e tem poucos amigos. Na verdade ela tem uma amiga, Lindsay que ao contrário de Lola é bem básica, um namorado “bad boy” e dois ex amigos, os irmãos Bell, que ela pensava que nunca mais iria vê-los. Mas quando os gêmeos reaparecem, Lola revive os sentimentos do passado: a mágoa deixada por Calliope e o sentimento de abandono deixado por Cricket.
A vida de Lola começa a mudar quando o contato entre ela e Cricket é retomado e ela vê que não precisa se esconder em suas fantasias para se sentir única.

Adorei o jeito espontâneo da personagem e toda a coragem que ela tem para encarar as pessoas que a tratam com desdém por ser diferente. Gostei também de como o livro retrata a questão de um casal homossexual cuidando de uma criança de forma totalmente natural. Eles são pais amorosos que, ao contrário dos verdadeiros pais de Lola, veem a responsabilidade de criar uma filha sempre dando conselhos sábios e identificando as boas e más companhias.
Uma coisa que me surpreendeu durante a leitura foi a aparição do casal Anna e St. Clair (suspiros). Sim, do livro “Anna e o Beijo Francês“! É muito estranho, é como se os personagens ganhassem… vida! 😀
Gostei muito dessa sacada da autora, Stephanie Perkins sabe fazer um bom YA e consegue prender a atenção do leitor sem histórias mirabolantes e absurdas. Adorei!

Nota 7

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 comments on “Resenha – Lola e o Garoto da Casa ao Lado”

  1. Ainda não li Anna e o beijo francês e como a Mayara, essa também é a primeira resenha do livro que leio e ficou bem legal. O livro me interessou e gostei bastante desse quote que você citou e da personalidade da Lola 🙂

  2. Oi, 🙂

    Quero esse livro a tanto tempo *—*

    Principalmente porque, pelo que disse, essa frase principalmente: “A vida é muito curta para ser a mesma pessoa todos os dias.” me faz acreditar que a personagem tem um diferencial, das mocinhas comuns de livros… sabe aquelas personagens com coragem de serem elas mesmas? *-*

    Quero muito *-*

    ~> Beijusss…;*

  3. Sinceramente romances não fazem muito minha cabeça…Na maior parte das vezes. Porém, ouvi falar tão bem desse livro – e fui tanto com a cara da Lola…Que é impossivel não querer ler =P

    PS. ter que digitar o código todas vez que comenta é muito chato, mew…

  4. Eu sempre quis muito ler esse livro. Sério, eu não sabia que ele fazia parte do gênero YA. Aliás, eu nunca sei classificar os livros em gêneros… Mas enfim.
    Achei super interessante ter um casal homossexual. Ainda não li (que eu lembre) nenhum livro abordando a homossexualidade assim, como você disse, de forma natural. As opiniões sobre o livro são bem divididas, né? Uns dizem que é um romance bobo, água-com-açúcar. Já outros gostam bastante. Eu tenho quase certeza de que vou adorar a história! Gostei muito do jeito excêntrico de Lola.
    É melhor ler Anna o beijo francês antes?

    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.