Adeus à Inocência
Título Original: Little Girl Gone
Autor: Drusilla Campbell
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Madora tinha 17 anos quando Willis a “resgatou”. Distante da família e dos amigos, eles fugiram juntos e, por cinco anos, viveram sozinhos, em quase total isolamento, no meio do deserto da Califórnia. Até que ele sequestrou e aprisionou uma adolescente, não muito diferente do que Madora mesmo era, há alguns anos… Então, quando todas as crenças e esperanças de Madora pareciam sem sentido — e o pavor de estar vivendo ao lado de um maníaco começava a fazê-la acordar —, Django, um garoto solitário, que não tinha mais nada a perder depois da morte trágica de seus pais, entrou em sua vida para trazê-la de volta à realidade. Quem sabe, juntos, Django, Madora e seu cachorro Foo consigam vislumbrar alguma cor por trás do vasto deserto que ajudou a apagar suas vidas.

Opinião
“Adeus à Inocência” começa contando a história de duas pessoas que aparentemente vivem em mundos diferentes mas que no decorrer do livro, suas vidas se cruzam.
De um lado temos Madora, uma jovem rebelde com problemas familiares, que foi “salva” pelo estranho Willis. No início ele aparentava ser um homem bom e realmente disposto a cuidar de Madora mas com o tempo ele se transformou em um carcereiro que a deixava presa em uma casa longe de tudo e de todos. Claro que Madora não o via dessa forma, ela o amava e o via como um homem maravilhoso, mesmo ele sendo um bêbado extremamente grosseiro.
De outro lado temos Django, um garoto filho de um famoso músico, que perdeu seus pais em um acidente e teve que morar com sua tia, uma solteirona que não leva o menor jeito com crianças.

Django conhece Willis por intermédio de sua tia e, por acaso, conhece Madora algum tempo depois.
Como Madora estava “presa”, Django se tornou seu único amigo e a fez abrir os olhos sobre o tipo de homem que Willis era.

Difícil comentar esse livro sem dar spoiler mas o que mais gostei foi da reviravolta de sentimentos e opiniões sobre os personagens. Por exemplo, o personagem Willis se mostra um homem bondoso, depois vemos que ele não é nada disso, ele é um maluco controlador e, no fim, você entende que há um motivo para o personagem ser assim.

A nota desse livro não será tão boa porque demorou muito para prender minha atenção e o final é decepcionante. Vale a pena a ler mas não espere uma leitura de fácil entretenimento.

Nota 7

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.