Quando Eu Era Joe
Título Original: When I Was Joe
Autor: Keren David
Editora: Novo Conceito
Páginas: 318
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas? Sua escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe… E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso… Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer. Um livro – de tirar o fôlego! – sobre coragem e sobre o peso das consequências do que fazemos.

Opinião
Tyler estava no lugar errado, na hora errada e presenciou um crime que mudou sua vida. Sofrendo ameaças dos criminosos, Ty e sua mãe tiveram que entrar para o programa de proteção à testemunha.

Essa mudança de vida repentina, não foi de todo mal. Em sua antiga vida, Ty era o típico garoto invisível que ninguém dava atenção mas com seu novo nome, Joe, veio a oportunidade de criar uma nova versão de si mesmo.
Joe era o garoto que todo menino gostaria de ser e que toda garota gostaria de ter mas, infelizmente, algo acontece e ele deve largar a vida como Joe.

Entre fugas e mudanças de personalidade, “Quando eu era Joe” conta um pouco sobre a vida antiga de Ty e sobre o crime que ele presenciou, o que nos deixa em dúvida sobre ele ser uma simples testemunha.

O livro é cheio de mistério e o personagem de Ty é muito bem construído. Ele, com seus 14 anos, está naquela fase de mudanças e impaciência e, com todo esse problema de ter que mentir sobre tudo na sua vida e não poder confiar em ninguém, essas características ficam ainda mais fortes.

“Quando eu era Joe” é muito bom e deixa o leitor bem curioso sobre o futuro de Tyler. Espero que a continuação não demore a sair.

Nota 8

Blogueira, booktuber e desenvolvedora de sistemas . Apaixonada por livros, séries, chocolate e coisinhas fofas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.