Só as Mulheres e as Baratas Sobreviverão
Autor: Claudia Tajes
Editora: L&PM
ISBN: 9788525426918
Páginas: 144
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Qual a sua fobia? A de Dulce, produtora fotográfica batalhadora, trinta e muitos, são as baratas. Como num pesadelo, numa noite de sábado em que se prepara para mais um encontro com um potencial pretendente, ela se depara, ao sair do banho enrolada na toalha, com uma barata descansando em cima do vestidinho preto básico escolhido para a ocasião. Dando vazão à sua fobia (e a de 99% das mulheres, diga-se), Dulce bate a porta do closet, e tem início uma noite como nenhuma outra. Com a barata do outro lado da porta, e imobilizada pelo medo, essa protagonista humana, demasiado humana, repassa a própria vida. Numa espécie de sessão de terapia sui generis, tem-se um vislumbre das dores e das delícias da vida de solteira nos dias de hoje, das frustrações, expectativas e paixões segundo Dulce, em horas de lamentos e risos que deixam o leitor pedindo mais.
Refletindo sobre a natureza das mulheres, Claudia Tajes investiga nesta inusitada e divertida novela o que aconteceria se a batalha final fosse travada entre mulheres e baratas – reforçando o lado das mulheres com seu refinado humor.

Opinião
Eu, como uma boa mulher corajosa que enfrenta tudo e a todos, tenho apenas um pânico medo que me faz tremer e chorar loucamente… O medo de baratas!
Não sei qual é a desse bicho mas odeio sua falta de plano de voo e como simplesmente aparece do nada nos piores lugares e nas piores horas.

Sendo esse um triste fato da vida, a escritora Claudia Tajes escreveu o livro “Só as Mulheres e as Baratas Sobreviverão” que conta sobre a noite frustrada de Dulce, uma mulher que tinha um encontro marcado mas quando abriu o closet para pegar seu vestido, tinha uma barata bem em cima dele. Resultado: Dulce perde o encontro e passa a noite em claro, com a luz acesa e com medo da barata sair de lá. Ela fica tão maluca que em certo ponto ela começa a bater um papo com a barata. Da para imaginar isso?
É nesse bate papo que o livro fica ainda mais engraçado. Dulce começa a se lembrar dos ex-namorados, de contos que ela já escreveu e começa a se abrir para a barata.

O livro é simplesmente cômico e fiquei pensando se a história é verídica. Aposto que muitas mulheres já perderam compromissos por conta de uma barata 😀

Fiquei curiosa para ler mais livros da autora e vi que foi ela que escreveu “A Vida Sexual da Mulher Feia” e “Louca Por Homem”, dois livros que estão na minha fila há um tempo e que depois de ver a escrita da autora, com certeza fiquei com mais vontade de ler.
Quem quiser conhecer Claudia Tajes, indico começar por esse livro mesmo. Ele é super rápido de ler, umas 3 horinhas são o suficiente para devorá-lo e as risadas são garantidas!

Nota 8

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não é um robo? Prove! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.