Tag: Autobiografia

Resenha – A Casa do Céu

A Casa do Céu
Título Original: A House In The Sky
Autor: Amanda Lindhout e Sara Corbett
Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
Amazon | Submarino | Americanas | Saraiva | Livraria Cultura

Sinopse
O relato dramático e libertador de uma mulher cuja curiosidade a levou até os lugares mais bonitos e remotos do mundo, seus países mais instáveis e perigosos, e também a passar quinze meses em um angustiante cativeiro — uma história de coragem, resiliência e beleza.

Opinião
Antes desse livro eu nunca tinha ouvido falar na Amanda Lindhout e depois dessa leitura, ela se tornou minha heroína.

O livro começa lindo e maravilhoso contando a vida inspiradora da Amanda. Digo inspiradora pois ela teve a coragem de fazer o que muita gente gostaria de fazer: viajar pelo mundo! Ela trabalhava de garçonete no Canadá apenas para juntar dinheiro e poder viajar por vários países, sozinha ou acompanhada.

Essas viagens renderam várias histórias interessantes e apresenta para o leitor um pouco da cultura de outros países de uma forma bem realista e pessoal, como por exemplo, os preconceitos sofridos por ser uma mulher viajando sozinha para países altamente sexistas como Bangladesh. Lá ela mal conseguia lugar para se hospedar só porque estava sozinha. O atrevimento e coragem da Amanda Lindhout era tanto que ela resolveu ir para o Afeganistão e de lá para a Somália, onde há uma constante guerra civil acontecendo desde os anos 90.

Lá a história bonita se dissolve e entra o terror. Ela e seu amigo Nigel foram sequestrados e sofreram os maiores abusos que se pode imaginar durante 15 meses.

Vendo que seus sequestradores eram muçulmanos bem religiosos, Amanda resolveu se converter ao islamismo na esperança deles a respeitarem um pouco mais e parar de alguma forma os abusos, estupros e a tortura constante. Infelizmente isso não serviu de nada e Amanda teve que aguentar todo o sofrimento apenas com o pensamento positivo de que o dia de sua liberdade chegaria.

Os relatos são brutais e durante muitas vezes eu me esquecia que era uma história real pois a narração é de virar o estômago e de desacreditar na humanidade. Nunca li um livro tão angustiante quanto “A Casa do Céu” e Amanda se tornou minha heroína real porque só uma pessoa com muita fibra para sobreviver ao que ela passou.

Quem gosta de drama real, forte e de pessoas com uma tenacidade de dar inveja, não pode deixar de ler “A Casa do Céu” mas se prepare para passar muita raiva pois as descrições dos fatos são cruéis.

Nota 9

Resenha – Diário De Um Adolescente Apaixonado

Diário De Um Adolescente Apaixonado
Autor: Rafael Moreira
Editora: Novas Páginas (Novo Conceito)
Páginas: 128
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Ele suou frio quando deu o primeiro beijo. Já sofreu bullying na escola. Já gostou de quem não gostava dele. Sente muita falta de quem foi embora. Já brigou com a namorada por Whatsapp e depois pediu desculpas. Ele não troca os amigos por ninguém. Se bem que amigo, AMIGO mesmo, pra ele, é a família.

Em 24 crônicas bem-humoradas (claro), o Rafa conversa com a gente como se estivesse bem pertinho. Acostumado a mostrar o rosto na internet, ele criou coragem e começou a escrever sobre as situações da sua infância, sua relação com a família, com as meninas, com os amigos. De cada história, ele tirava uma reflexão sobre as mudanças que já aconteceram na sua vida e o que ele aprendeu com elas.
O resultado está aqui, neste livro que você vai ler e depois abraçar bem apertado.

Opinião
Rafael Moreira é o criador do canal Me Apaixonei do Youtube que o tornou um youtuber de sucesso, principalmente entre os adolescentes.

Em um “Diário de Um Adolescente Apaixonado”, Rafael conta sobre sua vida e dá alguns conselhos com base na sua história.
“O que um garoto tão novo sabe da vida para escrever algo relevante?” foi o que me perguntei. Mas Rafael me surpreendeu. Apesar de ser jovem, ele é bem maduro e tem opiniões consistentes e coerentes sobre os mais diversos assuntos. Ele não é apenas mais um rostinho bonito por ai 😀

Aprenda com as perdas e se torne mais forte. Crie anticorpos. Porque essa sensação irá retornar em algum dia mais à frente…
Esse é o ciclo. Tudo gira, tudo termina, tudo se recicla. É como aquela lixeira verde com o desenho de setas formando um triângulo.

O assunto que Rafael mais foca é relacionamento (claro, afinal o nome do canal dele é Me Apaixonei) mas não fica preso aos relacionamentos amorosos. Ele também fala de família, amigos e até mesmo um pouco de política.

O livro é divertido e ele compartilha com os leitores, com muito bom humor e carinho, situações que ele já viveu que com certeza você irá se identificar. Além de tudo, é uma leitura super rápida, tanto que em 1:30h eu o li inteiro.

Para quem não conhece o Rafael Moreira e quer saber mais, siga-o no canal Me Apaixonei do Youtube e divirta-se!

Nota 7

Resenha – Man Repeller

Man Repeller
Título Original: Man Repeller
Autor: Leandra Medine
Editora: Novas Idéias
Páginas: 256
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Em seu primeiro livro, a badalada blogueira e queridinha do mundo fashion conta suas divertidas memórias. Com jeito insolente, uma franqueza desconcertante e fotos de seu arquivo pessoal, Leandra compartilha detalhes da noite em que perdeu a virgindade, quando esqueceu de tirar as meias soquetes brancas, e descreve o momento em que percebeu que a clutch Hermès vintage da sua avó, feita de pele de avestruz, poderia guardar muito mais do que a chave e o celular. Leandra é a prova de que não precisamos trair nosso estilo repelente nem mesmo ao procurar o vestido de noiva (que pode ser muito bem ser combinado com uma jaquetinha perfecto de organza). Exibindo as opiniões originalíssimas de uma blogueira que ganhou milhões de fãs, este livro reúne experiências divertidas e meio bizarras, uma história amor superdoce e, acima de tudo, um lembrete para celebrarmos um mundo que é feito pelas mulheres e para as mulheres.

Opinião
Para quem não a conhece, Leandra Medine é uma das blogueiras de moda mais famosas do mundo que também é conhecida como “Man Repeller”, algo como “repelente de homens”, e seu famoso blog leva o mesmo título.
Esse apelido estranho, vem do fato dela repelir os homens por conta de seu visual ousado e fashionista, que sempre arrancava comentários estranhos dos homens que ela se relacionava.

Nesse livro, Leandra conta de forma leve e bem humorada a história de sua vida e, como não poderia faltar, sua relação com as roupas desde que era criança.

Ela descreve as várias fases de sua vida importantes para a construção e evolução de seu caráter e senso de moda, como por exemplo, ter estudado em uma escola judaica onde o uniforme era extremamente limitado, como ela engordou na adolescência e não se sentia mal com isso até ter se sentido humilhada pelo irmão e como foi se relacionando e falhando miseravelmente com os homens ao longo dos anos.

Conforme o tempo foi passando, Leandra foi se descobrindo até ter personalidade e atitude o suficiente para arriscar no mundo fashion a seu modo, mostrando a confiança que toda fashionista deve ter.
Ela saiu do “adolescente relaxada e que não está nem ai para o que os outros acham disso” para uma mulher que é referência no mundo da moda, ganhando o primeiro lugar na lista “Fashion’s Power 25” (lista das 25 pessoas mais importantes para o mundo da moda) superando até mesmo a Anna Wintour!

Bom, eu como sou uma nerd que gosta de moda (sim, tal coisa é possível 😀 ) adorei esse livro!
Ele não fica focado nas roupas mas a Leandra se lembra com detalhes do figurino utilizado em algumas ocasiões e as encaixa na história como se elas fossem essenciais para o contexto.
“Man Repeller” é desses livros que vai te envergonhar se ler em público, de tanta risada que dará, te fará ver a importância de um bom figurino e principalmente, de seguir o seu estilo próprio sem medo.

Nota 7

This site employs the Wavatars plugin by Shamus Young.