Tag: Distopia

Resenha – Enders

Enders
Título Original: Enders
Autor: Lissa Price
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Depois que a Prime Destinations foi demolida, Callie pensou que teria paz para viver ao lado do irmão, Tyler, e do amigo, Michael. O banco de corpos foi destruído para sempre, e Callie nunca mais terá de alugar-se para os abomináveis Enders. No entanto, ela e Michael têm o chip implantado no cérebro e podem ser controlados. Além disso, o Velho ainda se comunica com Callie. O pesadelo não terminou. Agora, Callie procura uma maneira de remover o chip – isso pode custar sua vida, mas vai silenciar a voz que fala em sua mente. Se continuar sob o domínio dos Enders, Callie estará constantemente sujeita a fazer o que não quer, inclusive contra as pessoas que mais ama. Callie tem pouco tempo. Obstinada por descobrir quem é de fato o Velho e desejando, mais que tudo, uma vida normal para si e para o irmão, ela vai lutar pela verdade. Custe o que custar.

Opinião
Contém spoiler para quem não leu o primeiro volume da série Starters

Enders é o último livro da duologia iniciada com o livro “Starters”.
No primeiro livro Lissa Price nos apresentou a Prime Destinations, uma empresa que pegava corpos de adolescentes, implantavam um chip em suas cabeças e dava o poder desses corpos a outras pessoas mais velhas, os Enders.
Depois de muita luta, a Prime Destinations foi fechada e é a partir desse ponto que o livro “Enders” começa. Apesar do banco de corpos ter encerrados suas atividades, os adolescentes continuaram com seus chips implantados e isso ainda permite que o Velho, dono da Prime, tenha controle direto sobre eles.
Com Callie, a garota que ajudou na destruição da empresa, não foi diferente. Ela começou a ouvir vozes em sua mente e quis desesperadamente retirar o chip de seu cérebro. O problema é que, além de parecer impossível essa remoção sem a morte do Starter, o Velho ainda está atrás dela pois seu chip tem algo especial, ou seja, para ele é importante que o implante permaneça no mesmo lugar.
Nessa busca de retirar o chip, Callie ainda tem que cuidar da segurança de seu irmão mais novo e descobre algo que a motivou ainda mais a acabar de vez com a Prime Destinations e os planos do Velho.

Capa do livro nos EUA

Assim como em “Starters”, podemos acompanhar essa distopia como se estivéssemos ao lado de Callie. Lissa Price consegue descrever muito bem sem se tornar exagerada.
Ela também conseguiu superar a qualidade de seu primeiro livro. Em Enders temos muito mais ação, fugas e mistérios que prendem o leitor do começo ao fim. E o final… É de explodir o cérebro! Muitas revelações surpreendentes.

Adoraria que tivesse um terceiro livro mas o bom dessa duologia é que não tem enrolação e a história flui muito bem.

Não posso deixar de elogiar também a editora que seguiu o estilo da capa do primeiro livro.
Lá fora, o primeiro livro foi relançado com uma capa diferente e o segundo seguiu o mesmo estilo. Achei bem sem graça. Prefiro a versão metalizada que a Novo Conceito manteve. Combina mais com um livro futurista.

Nota 9

Resenha – A Outra Vida

A Outra Vida
Título Original: The Other Life (The Weepers #1)
Autor: Susane Winnacker
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581631516
Páginas: 272
Amazon | Submarino

Sinopse
O mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores.

Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e… comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua.

Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação?

Opinião
‘A Outra Vida’ é uma distopia que tem como foco zumbis atacando todo mundo. Na verdade eles não são zumbis de fato. São pessoas contaminadas com um vírus da raiva mais evoluído mas de qualquer forma esses mutantes agem conforme seu instinto, caçam e comem pessoas e isso pra mim é um zumbi.

Acompanhamos essa epidemia na visão de Sherry, uma adolescente que ficou presa com sua família em um bunker por 3 longos anos. Com a falta de comunicação com o mundo exterior e com o estoque de comida chegando ao fim, o pai de Sherry decidiu sair do bunker para procurar alimentos e levou Sherry para ajudá-lo.
Lá fora eles encontraram a cidade de Los Angeles completamente destruída e vazia, ou melhor, aparentemente vazia. Em sua busca por comida, eles sofreram um ataque dos mutantes e esses conseguiram levar o pai de Sherry.

Ai começa a assustadora trilha de Sherry que, se sentindo culpada por não ter protegido seu pai, sai em busca dele. Por sorte Sherry encontra outros sobreviventes que se uniram como se fosse uma família e decidiram ajudá-la nessa missão. Durante essa busca, Sherry descobre a verdade sobre o vírus e os segredos políticos por traz disso.

A escrita de Susanne nos permite mergulhar nesse mundo distópico e confesso que é meio aterrorizante. Gosto muito de livros com esses “zumbis” mas entrar num mundo onde esses malucos são fortes e correm quase na velocidade de um carro, se torna realmente assustador.
Obviamente a história tem um pouco de romance entre Sherry e Joshua, um dos sobreviventes que sempre aparece para proteger a garota, mas não é nada forçado.

Quem curte zumbis e futuros distópicos esse livro é uma boa pedida. O problema dele é que o desfecho já nos deixa pensando no próximo livro. Espero que sua continuação não demore a sair mas creio que ela não será tão emocionante quanto o primeiro livro.

Nota 8

Resenha – Estilhaça-me

Estilhaça-me
Título Original: Shatter Me
Autor: Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219909
Páginas: 304
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Juliette nunca se sentiu como uma pessoa normal. Nunca foi como as outras meninas de sua idade. O motivo: ela não podia tocar ninguém. Seu toque era capaz de ferir e até matar.
Durante anos, Juliette feriu e, segundo seus pais, arruinou o que estava à sua volta com um simples toque, o que a levou a ser presa numa cela.

Todo dia era escuro e igual para Juliette até a chegada de um companheiro de cela, Adam. Dentro do cubículo escuro, Juliette não tinha notícias do mundo lá fora. Adam ia atualizando-a de tudo.
Juliette não entendeu bem o que estava acontecendo quando foi retirada daquela cela e supostamente libertada, ao lado de Adam, e se vê em uma encruzilhada, com a possibilidade de retomar sua vida, mas por caminhos tortuosos e totalmente desconhecidos.

“Estilhaça-me” é um romance fantástico, que intriga, angustia e prende o leitor até a última página com uma história surreal que mistura amor, medo, aventura e mistério e traz um desfecho surpreendente.

Opinião
A primeira coisa que me chamou atenção nesse livro foi essa capa, achei linda porque adoro o efeito metalizado dela, mas o que me deixou realmente curiosa foi quando fui ver a contracapa em busca da sinopse e encontrei isso:

Tenho uma maldição.
Tenho um dom.
Sou um monstro.
Sou sobre-humana.
Meu toque é letal.
Meu toque é poder.
Sou a arma deles.
Lutarei contra eles.

Fiquei super empolgada já esperando uma história com uma super-heroína com super poderes matando todo mundo! Ok, ok, me empolguei demais 😀 mas o livro não me decepcionou.

Em uma história onde o mundo está mudado e a natureza está destruída, Juliette sofre desde criança pelo fato de não poder tocar em ninguém sem que a pessoa sofra e, por conta disso, até seus pais a rejeitaram. Com essa maldição característica, Juliette é recolhida e internada num lugar conhecido como “O Restabelecimento” onde seu poderoso chefão Warner, quer usá-la como arma.

A história é envolvente e com uma personagem capaz de causar uma grande empatia no leitor. Juliette é uma personagem que apesar de todo seu sofrimento, ainda se importa com as outras pessoas e com o mundo. Em muitas páginas vemos a escrita riscada assim, que representa os pensamentos que a personagem quer reprimir por achar errado.

Cheio de mistério e romance “Estilhaça-me” é um livro que definitivamente vai prender sua atenção, deixá-lo maluco com seu final inesperado e ansioso para sua continuação.

Nota 8

Resenha – Starters

Starters
Título Original: Starters
Autor: Lissa Price
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630144
Páginas: 368
Amazon | Submarino

Sinopse
Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbado em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como Velho. Ele contrata adolescentes para alugar seus corpos aos Enders — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o que parecia ser a solução é apenas o começo de grandes descobertas… E Callie terá que lutar para tentar sobreviver.

Opinião
Que livro maluco! Isso foi o que pensei quando comecei a lê-lo e o pensamento se manteve quando terminei a leitura.
Com toda a evolução tecnológica que vemos hoje, me perguntei qual a possibilidade disso realmente acontecer num futuro próximo. Imagina você ter a oportunidade de alugar o corpo de alguém e viver através dele? Seria uma ótima oportunidade para pessoas com deficiência motora viver sem dificuldades, pelo menos por um tempo.
Porém o livro “Starters” não se trata de aluguéis “para o bem”. Aqui os inquilinos são velhos entediados que alugam corpos de jovens para viver sua bela juventude novamente.
Como isso é possível? Implantam um neurochip na cabeça do adolescente doador, conectam esse chip a um computador que passa as ondas cerebrais do velho inquilino para o cérebro do doador. Não disse que era maluco? 🙂

A Prime Destinations é a empresa responsável por esses aluguéis e Callie, por conta de seu irmão muito doente que morava na rua com ela, resolve ser uma doadora no banco de corpos, já que a Prime oferece uma boa quantia em dinheiro no final do aluguel.

Durante o aluguel, o cérebro do doador fica “desligado” mas graças a uma alteração que fizeram no neurochip de Callie, seu cérebro desperta durante o aluguel. Sem entender nada ela quer ir a Prime para verificar o que aconteceu de errado e com isso ela descobre que consegue ouvir, dentro de sua mente, a voz de sua inquilina Helena.
Helena é uma velha Ender que tem uma neta desaparecida e em sua busca pela neta Emma, ela descobriu que a Prime Destinations não era uma empresa confiável e que pode estar envolvida com o desaparecimento de muitos jovens. Helena arquitetou um plano para salvar a vida dos doadores e decidiciu usar o corpo de Callie para executá-lo mas fazendo isso, Helena estava colocando a vida das duas em risco.
A partir disso, Callie tem que tomar várias decisões difíceis e se livrar de toda perseguição causada por Helena.

A história é bem desenvolvida e descritiva. Consegue fazer o leitor se imaginar nesse novo mundo de Starters e Enders e ficar curioso a cada página lida sobre o futuro dos mesmos, principalmente na última página… O final é surpreendente! Triste é ter que esperar sair a continuação dessa história.

PS: Acho que “Starters” se tornaria um bom filme de ficção científica.

Nota 8

This site employs the Wavatars plugin by Shamus Young.