Tag: Inglês

Resenha – Fearless Conversation

Fearless Conversation Capa
Fearless Conversation
Autor: Anthony Sampson
Editora: Independente
Páginas: 40
Comprar: Amazon

Sinopse
It might surprise you to hear that many people think that the most popular way of communicating with other people is through the mouth. But what they didn’t know is that actual verbal communication accounts to only around 10% (or even less) of the overall means to convey a message.

Moreover, you can never determine the truthfulness or sincerity of people by what they say alone. In fact, words transmitted verbally oftentimes do not reflect what people really think or feel. The only way you can determine their true inner feelings and thoughts is by reading their body language and analyzing.

You’ll learn secret psychological techniques that will turn your life upside-down and there won’t be any obstacles preventing you from gaining the respect and freedom that you want and deserve. I’ve broken them down to see exactly how you can use their findings to your advantage. Every piece of advice in this book is 100% backed by in-depth, peer-reviewed research.

Opinião
Estava em busca de um livro para treinar meu inglês e achei esse livro de graça no Kindle Unlimited. Não pensei duas vezes para pegá-lo para ler pois além de melhorar meu inglês, ainda aprenderia a conversar com as pessoas.

Sabe aquelas situações em que você tem que interagir com alguém desconhecido? Ou pode até ser alguém conhecido mas que você não costuma conversar… e tem aquele momento onde jogar conversa fora é inevitável senão o silêncio constrangedor toma conta… Então, isso é um sofrimento para pessoas tímidas que nem eu. A ideia desse livro é nos ajudar a passar por essas horas difíceis com algumas dicas que, segundo o autor, são infalíveis.

As dicas são boas e fazem sentido. O que não significa que seja fácil para colocar em prática num primeiro momento. O autor indica, por exemplo, aquele velho truque de fazer a outra pessoa falar mais. Como? É só você demonstrar interesse, fazer perguntas e deixar a pessoa falar horrores rs Ok, isso é um truque bem conhecido. O problema com isso é o seguinte: como saber se você não está fazendo perguntas demais e sendo invasivo? Eu particularmente não gosto quando as pessoas fazem isso comigo e por isso acho difícil colocar isso em prática.
Outra tática que o autor indica é achar algo em comum que você e a outra pessoa goste. Esporte? Música? Séries? Não importa. Quando você encontra o assunto de ouro, a conversa flui facilmente.

O livro não se propõe a dar nenhuma solução mágica. São dicas simples que precisamos exercitar para ser mais natural em nossas conversas.
Difícil é se expor para treinar né? 😀

Nota 6

Blogueira, booktuber e desenvolvedora de sistemas . Apaixonada por livros, séries, chocolate e coisinhas fofas.

Resenha – Twilight Graphic Novel

Twilight Graphic Novel vol. 1
Autor: Stephenie Meyer
Ilustrador: Young Kim
Editora: Yen Press
Páginas 224

Sinopse
Quando Isabella Swan se muda para a melancólica cidade de Forks e conhece o misterioso e atraente Edward Cullen, sua vida dá uma guinada emocionante e apavorante. Com corpo de atleta, olhos dourados, voz hipnótica e dons sobrenaturais, Edward é ao mesmo tempo irresistível e impenetrável. Até então, ele tem conseguido ocultar sua verdadeira identidade, mas Bella está decidida a descobrir seu segredo sombrio…

Em uma belíssima adaptação, o primeiro volume de Crepúsculo: Graphic Novel é item obrigatório na estante de todo colecionador. Primorosamente ilustrado pela artista coreana Young Kim e com a atenta revisão de Stephenie Meyer, o livro possui uma qualidade rara: consegue mostrar a visão que a própria autora tem de sua obra original em um ambiente que, para ela, é inteiramente novo – as imagens.

Opinião
“…o primeiro volume de Crepúsculo: Graphic Novel é item obrigatório na estante de todo colecionador.” Eu não poderia concordar mais!
Creio que todos já conheçam Crepúsculo então não vou comentar sobre a história.
Quando lançaram a versão graphic novel fiquei bem curiosa pois nunca tinha visto um adaptação assim. Infelizmente não é contada a história completa do primeiro livro da saga (o graphic novel acaba na clareira, quando Edward Cullen mostra seu brilho globeleza para Bella) mas é compreensível, é muita coisa para ser contada em imagens e ficaria um livro gigante.

Geralmente em adaptações vemos muita informação sendo cortada mas aqui isso não aconteceu. Até onde foi ilustrado o GN seguiu fielmente a história do livro e, confesso que fiquei impressionada, os desenhos são muito bem feitos e conseguem expressar os sentimentos dos personagens.

Eu como twi-hard fã da saga indico totalmente a versão ilustrada e ainda deixo uma dica para você que tem um inglês meia boca, como o meu, e quer ler algo fácil. Os diálogos são simples, então se você procura algo para começar a ler em inglês indico duplamente Twilight Graphic Novel.

Nota 8

Blogueira, booktuber e desenvolvedora de sistemas . Apaixonada por livros, séries, chocolate e coisinhas fofas.
This site employs the Wavatars plugin by Shamus Young.