Tag: Leya

Resenha – Você Não É Tão Esperto Quanto Pensa

Você Não É Tão Esperto Quanto Pensa
Título Original: You Are Not So Smart
Autor: David McRaney
Editora: Leya
Páginas: 256
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Você pode acreditar que é um ser racional cujas decisões são baseadas em lógica fria e imparcial. Mas aqui está a verdade: você não é tão esperto. É tão iludido quanto o resto da humanidade.
Você não é tão esperto quanto pensa revela 48 mentiras que contamos a nós mesmos constantemente. Ao olhar para essas mentiras, este livro responde a questões como: Por que parece que não conseguimos romper com maus hábitos?

Opinião
Que tal ler um livro que acaba com várias certezas que você tem?
“Você Não É Tão Esperto Quanto Pensa” é um livro que te mostra o quanto o ser humano é iludido. Como assim?
A cada capítulo, David apresenta um equívoco (que é a ideia que temos sobre um assunto) e a verdade sobre ele. No decorrer do capítulo ele explica, com base em vários experimentos, o porque estamos equivocados.

Veja o exemplo do capítulo 27: Vendidos.

O Equívoco: tanto o consumismo quanto o capitalismo são sustentados por corporações e publicidade.
A Verdade: tanto o consumismo quanto o capitalismo são motivados pela competição entre consumidores por status.

Após apontar o equivoco e o que acontece na realidade, ele começa a explicar o porque isso ocorre.
No caso do capítulo 27, o autor deu vários exemplos muito bons. Sabe quando você curte uma banda indie totalmente desconhecida porém muito boa e apresenta para todos os seus amigos?
Então, isso tende a se espalhar, a banda ganha um certo sucesso, pode vir a fechar um contrato com uma grande gravadora e ai você para de gostar da banda porque ela é muito mainstream e foi “vendida”.

É irônico no sentido do próprio ato de que tentar correr contra a cultura é o que cria a próxima onda de cultura contra a qual as pessoas vão se contrapor no futuro.

E a conclusão final é que tudo isso tem a ver com o desejo de ter mais status do que as pessoas ao seu redor. Afinal, você não tem o mesmo gosto das grandes massas, tem? Você tem um gosto musical muito superior!

Pessoas pobres competem com recursos. A classe média compete com seleção. Os ricos competem com posses.

O livro é repleto de desmitificações, que em um primeiro momento você não acredita mas se parar para refletir, David McRaney está certo, principalmente ao observar os resultados dos experimentos citados no livro.

Não sabia muito o que esperar dessa leitura mas realmente adorei! As verdades são muitas vezes um tapa na cara mas de fato, não somos tão espertos quanto pensamos.
Indico a todos que tem a curiosidade para saber como o cérebro funciona e descobrir como ele nos engana constantemente.

Nota 8

Desejo de Quinta – A Guerra dos Tronos: As Crônicas de Gelo e Fogo

Hoje meu desejo é um lançamento fantástico da editora Leya.

A Guerra dos Tronos: As Crônicas de Gelo e Fogo é do escritor George R. R. Martin, que já foi chamado de “Tolkien americano”.

Sinopse

Em uma terra onde o verão pode durar décadas e o inverno toda uma vida, os problemas estão apenas começando. O frio está de volta e, nas florestas ao norte de Winterfell, forças sobrenaturais se espalham por trás da Muralha que protege a região. No centro do conflito estão os Stark do reino de Winterfell, uma família tão áspera quanto as terras que lhe pertencem. Dos lugares onde o frio é brutal, até os distantes reinos de plenitude e sol, George R. R. Martin narra uma história de lordes e damas, soldados e mercenários, assassinos e bastardos, que se juntam em um tempo de presságios malignos. Entre disputas por reinos, tragédias e traições, vitória e terror, o destino dos Stark, seus aliados e seus inimigos é incerto. Mas cada um está se esforçando para ganhar este conflito mortal: a guerra dos tronos.

Em 2011 a HBO vai estreiar a série baseada no livro. Veja o tease abaixo.

Trilogia Dragões do Éter – Leya

Mais novidades da editora Leya!
Chega às livrarias a trilogia Dragões do Éter do Raphael Draccon.

Em todo o continente Ocaso não existe um lugar como Nova Ether. E em Nova Ether não há um reino maior e mais importante que Arzallum. Este mundo fantástico é habitado por seres mágicos, fadas, avatares, bruxas, magos e personagens de fábulas universais e mitos históricos. A editora LeYa apresenta os detalhes desse mundo e seus habitantes lançando a trilogia de literatura fantástica de Raphael Dracon: “Dragões de Éter – Caçadores de Bruxas”, “Dragões de Éter – Corações de Neve” e “Dragões de Éter – Círculos de Chuva”.

Dracon apresenta ao leitor o universo onírico dos reinos de Nova Ether e seus personagens, mesclando figuras de mitologia com contos de fada e um toque de realidade. Conflitos, alianças, promessas, magia negra, perseguições, amores e humor fazem parte da saga que narra a história de Arzallum, o maior reino de todos.
Quando os semideuses enviaram as fadas para Nova Ether, essas criaturas foram incumbidas de moldar os seres de acordo com a vontade dos semideuses. Mas algumas dessas divindades se voltaram contra os superiores, iniciaram a prática de magia negra e recrutaram humanas para seus planos malignos. Lideradas pela fada Bruja, esse grupo ficou conhecido como as bruxas.
Com a frequente intromissão dessas figuras malévolas e de suas práticas em Nova Ether, os reinos foram obrigados a unir forças e iniciar uma batalha, a Caça às Bruxas. Mas o futuro de Arzallum corre um risco ainda maior: Rei Primo Banford e sua família – rainha Terra Branford e os príncipes Anísio e Axel – têm com um destino sombrio já traçado.
A trilogia Dragões de Éter retrata personagens conhecidos de nosso imaginário em um novo formato, mais próximo dos dias atuais. E o leitor vai se surpreender ao reconhecer seus heróis neste novo mundo, em que Branca de Neve tem conexões com Robin Hood – embora não da mesma forma que João e Maria se relacionam com Chapeuzinho Vermelho.
“Existe uma força dentro do espírito humano que pode ser moldada. E esta força é capaz de gerar feitos extraordinários em dimensões que o mundo material não pode alcançar…”

Ficha técnica:
Título: Dragões de éter – Caçadores de Bruxas
Páginas: 440
Título: Dragões de éter – Coração de neve
Páginas: 498
Título: Dragões de éter – Círculos de Chuva
Páginas: 536
Mais 3 para a lista de leitura!

Lançamentos do mês de Agosto – Editora Leya

O Estranho Mundo de Zofia e Outras Histórias
Autor: Kelly Link
Páginas: 254 

Sinopse
A publicação reúne nove contos da premiada autora  Kelly Link, apontada como uma das mais representativas na atualidade no gênero ficção. Lançado em 2005 nos Estados Unidos, foi eleito livro da década por sites dedicados à temática, além de escolhido como o livro do ano pela Time Magazine.

“O estranho mundo de Zofia” pertence à tradicional vertente de livros de ficção fantástica. São histórias que remetem ao universo das fábulas e lendas, ainda que possam ser ambientadas, por exemplo, em Boston, nos dias de hoje. Uma das características de Kelly Link é exatamente a mistura de elementos mágicos com componentes da vida cotidiana, combinando cultura pop e contos de fada. Em “Animais de pedra”, uma família muda-se para o subúrbio e logo depois vê sumir misteriosamente vários de seus pertences – enquanto um bando de coelhos passa a frequentar o quintal. “Magia para iniciantes” conta a história de um grupo de adolescentes cujas ações provocam eventos surreais em uma série de TV. No conto que abre o livro, “A bolsa mágica” guarda um vilarejo inteiro e pertence à Zofia do título, que diz ter 200 anos.

A Rainha do Cine Roma
Autor: Alejandro Reyes
Páginas: 296

Sinopse
A Editora LeYa lança em agosto “A Rainha do Cine Roma”, o primeiro romance do jornalista e escritor Alejandro Reyes. Uma comovente e fascinante história, que brilhou entre os finalistas do Prêmio LeYa em 2008 – evento que homenageia e estimula a produção de obras originais de ficção em língua portuguesa.
“A Rainha do Cine Roma” traz a história de Maria Aparecida e Betinho, duas crianças que se conhecem nas ruas de Salvador e que, unidas pelo sofrimento e pela amizade, atravessam os duros dias de uma vida de abandono.

A narrativa do livro é feita em primeira pessoa, na figura do personagem Betinho: morador de rua desde os sete anos – sobrevivendo de pequenos furtos e michês – fugiu de casa para escapar da violência imposta por seu padrasto. Vagava pelas ruas da Cidade Baixa, sempre sozinho, até se deparar com Maria Aparecida, uma pequenina e frágil garota de dez anos, que sofre uma drástica mudança na vida após a morte da mãe e decide fugir de casa.

Vítimas de abusos por parte dos pais, Maria Aparecida e Betinho passam a viver em um cinema abandonado: o Cine Roma. E, apesar de todo o suplicio que lhes é imposto, os dois constroem um forte laço capaz de resistir a tudo.

Reflexões sobre temas negligenciados pela sociedade, como abuso sexual, drogas, homossexualidade, AIDS, prostituição, preconceito racial, violência física e o abandono, estão presentes nas 296 páginas do livro. Chama atenção dos leitores para um universo sujo e cruel, que é imposto àqueles que estão, desde muito cedo, às margens da sociedade.
É uma bela história sobre a esperança de duas crianças, maltratadas pela vida e pela circunstância, mas que nunca deixaram de acreditar que, um dia, poderiam ser amadas de verdade.

This site employs the Wavatars plugin by Shamus Young.