Enders
Título Original: Enders
Autor: Lissa Price
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Depois que a Prime Destinations foi demolida, Callie pensou que teria paz para viver ao lado do irmão, Tyler, e do amigo, Michael. O banco de corpos foi destruído para sempre, e Callie nunca mais terá de alugar-se para os abomináveis Enders. No entanto, ela e Michael têm o chip implantado no cérebro e podem ser controlados. Além disso, o Velho ainda se comunica com Callie. O pesadelo não terminou. Agora, Callie procura uma maneira de remover o chip – isso pode custar sua vida, mas vai silenciar a voz que fala em sua mente. Se continuar sob o domínio dos Enders, Callie estará constantemente sujeita a fazer o que não quer, inclusive contra as pessoas que mais ama. Callie tem pouco tempo. Obstinada por descobrir quem é de fato o Velho e desejando, mais que tudo, uma vida normal para si e para o irmão, ela vai lutar pela verdade. Custe o que custar.

Opinião
Contém spoiler para quem não leu o primeiro volume da série Starters

Enders é o último livro da duologia iniciada com o livro “Starters”.
No primeiro livro Lissa Price nos apresentou a Prime Destinations, uma empresa que pegava corpos de adolescentes, implantavam um chip em suas cabeças e dava o poder desses corpos a outras pessoas mais velhas, os Enders.
Depois de muita luta, a Prime Destinations foi fechada e é a partir desse ponto que o livro “Enders” começa. Apesar do banco de corpos ter encerrados suas atividades, os adolescentes continuaram com seus chips implantados e isso ainda permite que o Velho, dono da Prime, tenha controle direto sobre eles.
Com Callie, a garota que ajudou na destruição da empresa, não foi diferente. Ela começou a ouvir vozes em sua mente e quis desesperadamente retirar o chip de seu cérebro. O problema é que, além de parecer impossível essa remoção sem a morte do Starter, o Velho ainda está atrás dela pois seu chip tem algo especial, ou seja, para ele é importante que o implante permaneça no mesmo lugar.
Nessa busca de retirar o chip, Callie ainda tem que cuidar da segurança de seu irmão mais novo e descobre algo que a motivou ainda mais a acabar de vez com a Prime Destinations e os planos do Velho.

Capa do livro nos EUA

Assim como em “Starters”, podemos acompanhar essa distopia como se estivéssemos ao lado de Callie. Lissa Price consegue descrever muito bem sem se tornar exagerada.
Ela também conseguiu superar a qualidade de seu primeiro livro. Em Enders temos muito mais ação, fugas e mistérios que prendem o leitor do começo ao fim. E o final… É de explodir o cérebro! Muitas revelações surpreendentes.

Adoraria que tivesse um terceiro livro mas o bom dessa duologia é que não tem enrolação e a história flui muito bem.

Não posso deixar de elogiar também a editora que seguiu o estilo da capa do primeiro livro.
Lá fora, o primeiro livro foi relançado com uma capa diferente e o segundo seguiu o mesmo estilo. Achei bem sem graça. Prefiro a versão metalizada que a Novo Conceito manteve. Combina mais com um livro futurista.

Nota 9