Tag: Romance Policial

Resenha – A Caçada

A Caçada
Título Original: The Chase
Autor: Clive Cussler
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Amazon | Submarino | Americanas

Sinopse
Por décadas, Clive Cussler vem deleitando leitores com romances repletos de suspense, ação e pura audácia. Agora, ele faz isso novamente, em um dos mais loucos e estimulantes thrillers de época dos últimos anos. O governo norte-americano contrata a renomada Agência de Detetives Van Dorn e seu agente igualmente renomado, Isaac Bell, para capturar um lendário ladrão de bancos conhecido como Assaltante Açougueiro.

Este assassinara homens, mulheres e crianças, sem deixar nenhuma pista nem testemunhas. O detetive Bell lidera a busca e finalmente descobre a verdadeira identidade do Assaltante Açougueiro. E nesse momento inicia-se a verdadeira caçada.

Com um enredo intrincado, dois vilões extraordinários e a assinatura de Cussler em reviravoltas surpreendentes, A Caçada é o trabalho de um mestre no auge de seu talento.

Opinião
A história de Isaac Bell se inicia sem muitos atrativos e por conta disso a leitura demorou de fluir mas no fim valeu a pena!

O livro começa em 1950 com detetives encontrando uma locomotiva que estava afundada em um lago e com corpos já há muito tempo em decomposição. No capítulo seguinte a história volta no tempo e se passa em 1906, em uma época onde um assaltante conhecido como “O Assaltante Açougueiro” estava aterrorizando várias cidades dos EUA.
O assaltante não era um ladrão qualquer. Ele estudava o comportamento dos moradores da cidade, as rotinas diárias do banco a ser assaltado, usava disfarces infalíveis e, para completar, matava toda e qualquer pessoa que estava presente no banco na hora do assalto e isso dificultava a chance de descobrir qualquer pista sobre o misterioso assassino.
Com um caso tão difícil de resolver, o grande detetive Isaac Bell entra em cena. Ele é o Chuck Norris da investigação 😀 e é ai que a história começa a ficar envolvente. Com sua mente ágil, Bell começa a relacionar informações e acontecimentos para achar o bandido, até mesmo as menores informações que parecem ser insignificantes não passam desapercebidas por ele.

Gostei muito da escrita do Clive Cussler, ele é bem descritivo mas não de forma cansativa e usa lugares, pessoas e eventos verídicos (o grande sismo de São Francisco) como parte da história. Até parece que ele está descrevendo algo que realmente aconteceu.
Os pontos negativos da leitura foram: o fato de apresentar uma história aparentemente desinteressante no inicio e fazer do personagem Isaac Bell parecer indestrutível (dai a comparação com Chuck Norris). Ele passa por umas situações “impossíveis” e quase não acontece nada com ele e eu prefiro histórias mais reais, onde o personagem se machuca de verdade :D.

Quem for ler o livro, não se deixe desmotivar pelo inicio. Sério! Você também vai gostar de saber todo o desenvolvimento da investigação e ter uma grande surpresa com a descoberta do assassino e sua motivação.

Nota 7

Resenha – O Misterioso Caso de Styles

Autor: Agatha Christie
Título original: The Mysterious Affair at Styles
ISBN: 9788577990696
Editora: Bestbolso
Páginas: 238

Amazon | Submarino | Americanas


Sinopse
No meio da noite, a rica proprietária da mansão Styles é encontrada morta na sua cama, aparentemente vítima de um ataque cardíaco. As portas do quarto estavam trancadas por dentro e tudo indicava tratar-se de morte natural. Mas o médico da família levanta uma suspeita: assassinato por envenenamento. Todos os hóspedes da velha mansão, inclusive seu segundo esposo e seus enteados John e Lawrence tinham motivos para matar a Sra. Inglethorp, e nenhum deles possui um álibi convincente.
Para solucionar o crime entra em ação o detetive Hercule Poirot e seu fiel amigo capitão Arthur Hastings, que fazem as suas estréias neste intrigante caso.

Opinião
Esse foi o primeiro livro de Agatha Christie e foi um marco da literatura policial. Nele o detetive Poirot e o capitão Hastings fizeram sua primeira aparição, sendo depois uma das maiores duplas conhecidas na literatura.
Depois de ler este livro entendi porque Agatha Christie sustenta o título de Rainha do Crime. O romance é muito engenhoso, faz o leitor tirar suas conclusões e mudá-la várias vezes no decorrer da história.
Apesar de ser um livro de 1920 a história é atemporal.

Nota 9
This site employs the Wavatars plugin by Shamus Young.