Irmandade da Cruz
Autor: L. H. Carvalho
ISBN: 9788579232015
Editora: Baraúna
Páginas: 382

Sinopse
Adrien era estrangeiro e estava no Brasil escrevendo uma matéria para a empresa jornalística na qual trabalha. Como estávamos hospedados no mesmo hotel, acabamos por fazer amizade, e em seu horário livre nos acompanhava, a mim e alguns amigos, para os locais turísticos da cidade. Nossas conversas acabavam se direcionando para assuntos de espiritualidade. Como isso sempre me fascinou, ficávamos frequentemente até altas horas da noite discutindo. Adrien era um homem muito inteligente, e no pouco tempo em que estivemos juntos aprendi muito. Antes de partir ele me deu um manuscrito e pediu que o lesse, mas que não comentasse com ninguém sobre seu conteúdo, com o que, evidentemente, concordei de pronto. Trocamos telefones e seguimos nossas rotinas normais de vida. Durante minha volta comecei a ler o que havia me dado e, confesso, fiquei tão impressionado com o que estava escrito que não parei até terminar. Minha primeira reação foi telefonar para ele, primeiro para agradecer pela confiança, depois, porque o entusiasmo era tanto que queria mais detalhes. Conversamos por um longo tempo e, no final, pediu para que eu editasse o conteúdo do texto que ele, por razões óbvias, não podia fazê-lo, porém solicitou que aguardasse um contato seu, autorizando-me a divulgação. O tempo passou e essa autorização só chegou seis anos depois.

Opinião
Quando a editora Baraúna falou que ia fazer um blog tour fiquei animada e inscrevi o blog para participar. Eles abriram votação para escolher qual livro sairia para o tour e o escolhido foi exatamente o que eu votei! Nem preciso falar que minha animação aumentou mais ainda. E devo dizer que a escolha foi muito feliz.
Irmandade da Cruz é cheio de mistério e especulações sobre sociedades secretas como o grupo Bilderberg (que eu desinformada nunca tinha ouvido falar e fui correndo ver um documentário sobre eles), a Confraria da Serpente e o famoso Priorado de Sião.

Comecei a ler bem empolgada pois (como pode ver na sinopse) é uma história aparentemente real. E eu estava acreditando nisso até que um personagem diz que Jesus está vivo. WHAT?! 😯
Sim meus queridos nerds leitores, Jesus está vivo literalmente. Não preciso dizer que desacreditei na hora. Mas isso não fez o livro ficar ruim, muito pelo contrário, nunca tinha lido nada com tal proposta e fiquei bem curiosa para saber onde tudo isso ia dar.
O livro é bem estruturado e com várias dicussões que incitam a reflexão de como nos deixamos levar por coisas materiais e nos esquemos de cuidar do lado espiritual.

Em nenhum momento alguma religião é defendida nem ofendida. O autor conseguiu muito bem se manter neutro a qualquer religião, ele apenas manteve o foco na espiritualidade. E achei bem interessante como ele colocou que a religião, a filosofia e a ciência se completam.

Irmandade da Cruz sem dúvida é um ótimo livro que entretem, deixa muitas dúvidas no ar e que é, para os curiosos como eu, um prato cheio.

Para finalizar deixo vocês com uma frase do personagem Armand:

“A religião sempre foi e sempre será a forma mais poderosa de manipulação das massas…”

Nota 9